in ,

Menina de 7 anos morre após inalar desodorante em desafio popular nas redes sociais

Arquivo pessoal/ Reprodução

“Jamais imaginei que isso poderia acontecer”, diz mãe

Uma menina morreu no último sábado (03/02) depois de inalar desodorante aerosol em São Bernardo do Campo, São Paulo. Adrielly Gonçalves, de 7 anos, participava de um desafio popular nas redes sociais quando desmaiou e teve uma parada cardíaca em seu quarto.

Ao site UOL, o 8º Departamento de Polícia Civil da cidade informou que o Boletim de Ocorrência chegou na terça-feira (06/02). “Abrimos um inquérito para apurar as condições da morte”, informou o plantão policial.

A tragédia ganhou as redes sociais depois de um post no Facebook revelando a história sobre o “desafio do desodorante”. Uma amiga da família contou que a menina brincava sozinha no quarto quando decidiu participar de “um desafio do desodorante aerossol”:

“O objetivo era inalar e ver a quantidade de tempo que você aguenta. Ela, criança inocente, colocou o desodorante direto na boca e desmaiou tendo parada cardíaca.”, escreveu.

Mãe encontrou a filha já inconsciente 

De acordo com a polícia, a mãe da criança, Marcia Gonçalves, estava trabalhando quando aconteceu o acidente. De acordo com ela, a menina passou a tarde brincando na casa de uma vizinha e à noite voltou para casa, onde ficou sob o cuidado dos irmãos mais velhos. Ao voltar para casa, Marcia encontrou a garota deitada na cama. Quando afastou as cobertas e viu o frasco de desodorante, a mulher percebeu que a filha não estava dormindo:

“Cheguei em casa e a encontrei deitada de bruços na minha cama. Achei que ela estava dormindo, até porque já eram 2 horas. Tomei um banho e fui deitar do lado dela. Foi quando percebi um forte cheiro de desodorante e vi que ela estava desmaiada”, conta a mãe, que é motorista de ônibus e trabalhava na escala noturna.

“A menina foi socorrida, mas já chegou morta à Unidade de Pronto Atendimento (UPA)”, informou a Polícia Civil. “Vamos interrogar a mãe, familiares e os vizinhos para descobrirmos de quem é a responsabilidade pelo acidente”. Adrielly era a caçula de cinco filhos. Os mais velhos são todos meninos e têm 23, 17, 13 e 10 anos. O corpo foi enterrado no domingo (04/02).

Família não sabe como menina teve acesso ao suposto desafio

A mãe afirma sempre ter vigiado o conteúdo que a filha acessava na internet via celular – um aparelho que ganhou de uma tia. Por isso, diz acreditar que a menina tenha visto o vídeo do “desafio do desodorante” no aparelho de outra pessoa.

“Vasculhamos todo o celular dela nesses últimos dias e não encontramos nada que não fosse apropriado para a idade dela. No histórico só tem vídeos da Baby Alive (uma boneca) e de desenhos que ela assistia na televisão”, diz a motorista. Márcia diz que o filho de 10 anos contou ter visto uma vez a irmã tentando inalar desodorante. “Ele disse que deu bronca nela, mas deveria ter me contado antes de essa tragédia acontecer.”

Alerta

Em busca rápida no YouTube, dezenas de vídeos, a maioria gravada por crianças e adolescentes, tratam do “desafio do aerossol”. Além disso, há diversas outras “brincadeiras” potencialmente perigosas, principalmente para crianças.

 

O que você achou?

Escrito por BitNews

Seu celular ganhará 157 novos emojis

Selton Mello dirigirá seu primeiro filme em Hollywood